Suspeito de assassinar três pessoas da mesma família em Alfredo Wagner, na Grande Florianópolis confessa o crime

Preso em flagrante, na delegacia o homem confessou aos policiais que matou a golpes de ferro e pauladas a família.

Foto: Divulgação/ PM

Motivo do crime teria sido uma dívida de R$20 mil que o autor do crime possuia com as vítimas.

Em uma ação conjunta, a Polícia Militar e Polícia Civil de Santa Catarina, prenderam por volta das 18h30min, da sexta-feira (9), Arno Cabral Filho (44). Ele foi abordado na BR-282, entre as cidades de Bom Retiro e Alfredo Wagner, suspeito de ter assassinado pai, mãe e filho.

Preso em flagrante, na delegacia o homem confessou aos policiais que matou a golpes de ferro e pauladas o argentino, Carlos Alberto Tunnel de 67 anos, a mulher dele, Loraci Mates 51, e o filho Mateu Tunnel de apenas 9 anos.

O crime ocorreu por volta das 13h, na localidade de Santa Bárbara, distante cerca de 4 quilômetros da cidade de Alfredo Wagner, na Grande Florianópolis. Para a polícia, o suspeito relatou que o motivo do assassinato seria uma dívida no valor de R$20mil que ele teria com a família.

A ocorrência

Era aproximadamente 13h, quando a Polícia Militar recebeu informações via telefone 190 de que no interior de Alfredo Wagner, localidade de Santa Barbara, havia o corpo de um homem com ferimentos da cabeça e, que aparentemente estava morto, caído ao lado de um veículo. A guarnição acionou o Samu que confirmou o óbito.

A PM continuou as investigações no local e foi informada que, há cerca de três quilômetros de distância, no interior da residência da família, mãe e filho estariam mortos e também apresentavam ferimentos na cabeça.

Os policiais constataram a veracidade dos fatos e, imediatamente, isolaram a área. Polícia Civil e Instituto Geral de Pericias (IGP), foram acionados para realizaram o processo de investigação.