Santa Catarina dispõe de quase 2 mil vagas de emprego em várias regiões do estado

Foto: Mauricio Vieira/Secom

O Sine de Santa Catarina, órgão vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), está ofertando 1.998 vagas de empregos nesta semana em Santa Catarina. Destas, 162 são exclusivas para Pessoa com Deficiência (PcD). As oportunidades são entre as mais diversas áreas, de administrador a zelador.

O Oeste lidera com maior número de possibilidades. São mais de mil ofertas para a região. Sendo Concórdia a cidade no estado com maior número de vagas, 414. A região do Alto Vale do Itajaí também dispõe de muitas chances para quem está à procura de emprego. Em Blumenau, há 150 ofertas de trabalho. Em uma única empresa do ramo de alimentos, estão disponíveis 15 vagas para auxiliar de cozinha. Na Capital, estão disponíveis 40 cargos para auxiliar de limpeza e 50 para operador de telemarketing, entre outras possibilidades.

Candidatos

A Gerente de Produtividade, Trabalho e Renda do Sine/SC, Cleusa Rodrigues, lembra que há vagas e o que empregadores buscam qualificação profissional nos candidatos. Ela ressalta ainda que as ofertas estão disponíveis nos postos de cada cidade e podem ser acessadas também pelo aplicativo Sine Fácil. “É um diferencial que facilita para quem está à procura de emprego. Pelo celular, o trabalhador pode fazer inúmeras consultas, em qualquer horário e local, sem a necessidade de se deslocar”, lembra.

Quem tiver interesse em alguma das vagas ofertadas por meio do Sine deve se dirigir até a unidade munido de RG, CPF e a carteira de trabalho. Sem estes documentos, não é possível fazer as inscrições. Não há necessidade de levar currículo. O cadastro é feito no balcão.

Julho tem melhor saldo

Santa Catarina teve no último mês de julho o melhor desempenho do período, nos últimos nove anos, com a criação de 3.433 novos postos com carteira assinada no estado, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Uma série histórica para o mês em Santa Catarina.

Na visão do secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, o desempenho da economia catarinense desde o começo do ano é muito positivo e demonstra o poder de superação do setor produtivo catarinense, que, mesmo diante do baixo crescimento da economia nacional, manteve investimentos e na contratação de pessoal.

“O catarinense tem essa capacidade de superar dificuldades. Nossa economia é extremamente diversificada e tem tido um bom desempenho das exportações o que tem ajudado muito na superação das crises recentes. Nosso papel, enquanto administradores públicos, é seguir com o apoio a quem produz”, diz o secretário.