Para ‘fins terapêuticos’ diz mulher presa com cocaína em Chapecó

Segundo delegado, ela debochou, dizendo ser professora de educação religiosa. Outros dois homens, incluindo o companheiro dela, foram presos com a droga em Chapecó.

Cocaína é apreendida com trio em Chapecó — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Três pessoas foram presas em flagrante em um bar de Chapecó, no Oeste catarinense, por tráfico de cocaína. Uma delas, uma mulher, debochou quando foi detida, dizendo ser professora de educação religiosa e que consumia a droga para “fins terapêuticos”, relatou o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Moura. O caso ocorreu na noite de quarta-feira (4).

O flagrante ocorreu após investigação sobre uma dupla apontada como responsável pelo tráfico de cocaína na região Leste da cidade. Na tarde de quarta, policiais monitoraram a casa de um dos homens e viram diversos usuários que compravam cocaína com um dos investigados. Isso ocorreu no bairro Médici.

Mais tarde, os policiais foram até um bar próximo, onde os dois homens se reuniram para distribuir a droga a pessoas que assistiam a um jogo de futebol. No local, foi feito o flagrante.

Na abordagem, os dois estavam com buchas de cocaína, conforme a Polícia Civil. No bar também estava a companheira de um deles, que escondeu a droga em um bolso interno da roupa. A bucha foi encontrada após revista feita por uma policial feminina. Os presos têm entre 25 e 40 anos.

Os dois homens já tinham antecedentes criminais por tráfico de drogas. Além dos três presos, outros três usuários que estavam com drogas foram levados para a delegacia e vão responder a um termo circunstanciado.